Porta Aberta


A porta aberta é um convite à vida. Sair da rotina e se lançar ao inusitado, sem saber aonde chegar; caminhar sem rumo ao roçar do vento. Esperar o relento e os primeiros brilhos cintilantes das imensas pequenas estrelas.
O caminho largo-estreito desafia-me a lida e desfere golpes profundos no ser interior que anda inquieto.
É preciso pacientar - me dizem os que querem meu consolo, mas em vão.
O olhar se lança ao infinito alcance das mãos que tateiam o que se pode pegar.
É hora de abrir o sorriso e, teimosamente, tentar de novo, tudo de novo, nada de novo, quem sabe um renovo.
Fazer do cotidiano o melhor que se tem e no contentamento - encontro de sentido - pisar firme o chão de gelatina.
A porta continua aberta...
Moisés Coppe.

Comentários

Postagens mais visitadas